A SAGA - II-20 - The Knight, the Death and the Devil

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A SAGA - II-20 - The Knight, the Death and the Devil

Mensagem  Myriam Castro em Dom Jun 14, 2009 3:10 pm




Lindas capturas começam aqui:
http://s392.photobucket.com/albums/pp5/galeria_andromeda_saga/?action=view&current=220_cap000.jpg


II – 20 - THE KNIGHT, THE DEATH AND THE DEVIL
O CAVALEIRO, A MORTE E O DIABO

História original de A. E. Miller e Zack Stentz

“O primeiro campo de batalha de um soldado é sempre sua própria mente.”

Almirante Constanza Stark
Suprema Comandante da Alta Guarda
CY 9762


Dylan ficara sabendo que em um determinado quadrante remoto daquela galáxia, havia um sistema onde se encontravam diversas naves da antiga Alta Guarda. E mais ... que os Nietzscheans Drago-Kazov estavam à procura delas, e que um certo Ryan, que vivia num drift e gerenciava uma espécie de casa noturna chamada “O Toque do Clarim”, sabia de muitos detalhes. Dylan conhecia esse nome ... era de uma fragata de guerra, e certamente o tal Ryan era seu avatar.
Em companhia de Tyr, foi até o drift e procurou Ryan. Encontrou-o, e disse que precisava dele para ajudar a encontrar e reintegrar as naves. Ryan a princípio não se interessou em colaborar, dizendo que não era bem aceito entre as IA’s por ter sido considerado um traidor. A verdade, era que um grupo de IA’s não queria mais servir os orgânicos, especialmente na Alta Guarda – o braço armado da Comunidade dos Sistemas. Mas Dylan teve que ser mais “direto” ... simplesmente, imobilizou Ryan com sua lança de força e o levou dali. Chegou a ser perseguido, mas Tyr lhe deu cobertura, e logo estavam novamente a bordo da Maru e voando de volta à Andrômeda.
Ryan tinha ouvido falar de Andrômeda, claro, mas não a conhecera pessoalmente até aquela data. Ele ficou impressionado em ver que ela tinha sobrevivido à Queda, depois de ser dada como perdida em Hephaestus. Rommie e Dylan conversaram muito com ele, e acabaram por convencê-lo a ajudá-los. E em contrapartida, ao ouvir a versão dele para o que acontecera, eles iriam reintegrá-lo e acabar de vez com aquela história de traição.
Enquanto isso, Beka e Harper estavam às voltas com um diplomata da Comunidade, que queria de qualquer maneira conversar com Dylan. Mas, como Dylan não estava a bordo, o jovem engenheiro bolou um dispositivo que simulava em qualquer um a figura e as palavras de Dylan. Resolveram tentar “despachar” aquele sujeito, enganando-o para que pensasse ter conversado com Dylan.
Mais tarde, quando a Andrômeda chegou ao local indicado, deparou com uma frota composta de naves de diversas classes, inclusive uma da classe Herança, a Million Voices, tão majestosa quanto sua “irmã” Andrômeda Ascendant.
Dylan viu também uma nave imponente, completamente diferente de todas as que conhecera – a poderosa Ira de Aquiles, e que tinha sido construída pouco tempo depois que Dylan e sua nave caíram na singularidade.
O velho chanceler não demorou muito em descobrir o embuste, e, bastante aborrecido, exigiu a presença de Dylan. Beka ficou frustrada ... ela não era Dylan! E agora? ... Então, Trance lhe sugeriu que fosse ela mesma. E Beka foi procurar o velho pessoalmente.
Dylan e Rommie foram a bordo dessa nave, constatando que estava bastante avariada, e logo foram recebidos pelo holograma da IA, chamado Hector. Havia uma certa tensão, pois Hector reconheceu Ryan e não o recebeu muito bem, referindo-se à traição deste. E não demorou muito, surgiu o avatar, que os tratou de forma cortês, mas ao mesmo tempo “fria”. Ele não acreditava que Dylan fosse quem dizia ser, mas o Capitão deu-lhe seu antigo código Lexic Dark, e quando Hector conectou-se com Rommie, na interface, constatou que eles eram mesmo Dylan Hunt e Andromeda Ascendant, soldados da Alta Guarda. E Dylan, sempre usando seu bom senso, o fez aceitar a presença de Ryan, e disse que havia uma questão muito mais importante a resolver, que era a proximidade dos Nietzscheans Drago-Kazov – Tyr e Rommie haviam detectado algumas naves que preparavam uma abordagem.
Diante do velho diplomata, Beka Valentine se desculpou, explicando que Dylan se encontrava numa importante missão, e não pudera estar presente. Mas que ela dava a maior importância a quaisquer negociações que favorecessem a restauração da Comunidade. Ela aprendera a dar valor a uma causa nobre, a lutar por algo mais do que si mesma, e que devia muito a Dylan Hunt por isso ... terminou dizendo que, se Dylan não conseguisse realizar aquele grande projeto, ninguém mais conseguiria. O velho ficou impressionado com a sinceridade das palavras dela.
Mila, a IA da Milllion Voices, também não queria aceitar a presença de Ryan. Ela relatou a Dylan que Ryan havia abandonado toda uma frota à mercê do inimigo, afastando-se do local da batalha ... e causando a destruição de várias naves e suas tripulações. As outras naves pareciam sempre acatar as decisões de Mila.
Dylan então viu que teria que fazer valer sua condição de oficial mais graduado da Alta Guarda, e precisou traçar um plano para rechaçar o inimigo que se aproximava. A situação estava crítica ... se todos não se unissem, os Nietzscheans cairiam sobre eles e os destruiriam facilmente.
Dylan então, traçou um plano junto com Ryan e Hector. Eles ofereceriam a Aquiles como isca, e instalaram várias armadilhas a bordo. Ryan disse a Dylan que há muito não lutava, e seu corpo já não tinha a mesma resistência ... Dylan sorriu, replicando que era mais forte do que ele próprio, mas o receio de Ryan era de não ser capaz de proteger Dylan – o que seria seu dever primário.
Quando os Nietzscheans chegaram, viram as naves, mas sua atenção foi atraída para a Aquiles, que parecia estar desativada, era grande e blindada, e consequentemente, deveria ter um armamento mais poderoso. Ali estava seu alvo. A nave estava de fato vazia, e eles se espalharam por todos os conveses.
O que eles não esperavam, era que fossem combatidos. Dylan e Ryan lutaram para expulsar os invasores, mas um grupo deles seguiu em direção à Ponte, com um supressor de IA. Dylan e Ryan se separaram, e enquanto o Capitão “despachava” seus atacantes, Ryan corria para a Ponte. Hector investiu sobre os invasores, para proteger Dylan, e foi derrubado.
Ryan chegou tarde. O módulo central fora desativado.
Ao mesmo tempo, Mila entrava em contato com Dylan, anunciando que ia entrar na batalha. Dylan tentou fazê-la recuar, mas ela, solenemente, replicou que era da Alta Guarda, e seu dever era proteger o orgânico “superior” (ou seja, Dylan). Assim, a Million Voices, majestosamente, colocou-se na linha de fogo da frota inimiga, sacrificando a si própria, e isso deu tempo e Dylan e Ryan para que embarcassem na Maru, antes que a Aquiles fosse também destruída. E bem a tempo, pois Andrômeda já estava se preparando para entrar na luta em defesa do seu Capitão.
Dylan e Ryan desembarcaram no hangar sãos e salvos.
Mais tarde, depois de vencido o inimigo, Dylan delegou a Ryan a tarefa de chefiar a flotilha, e nomeou-o comandante de uma nave que devia, em sua honra, chamar-se Toque do Clarim. Mas Ryan preferiu que sua nave tivesse um nome que lhe lembrasse o valoroso Hector: Ira de Aquiles.
E quando finalmente retornou à Andrômeda, Dylan ouviu do velho chanceler calorosos elogios a Beka.

_________________
"Não é assim que as pessoas que se amam fazem ?"(Dylan Hunt)

Myriam Castro

Número de Mensagens : 4767
Idade : 56
Location : Minas Gerais - Brasil
Data de inscrição : 22/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A SAGA - II-20 - The Knight, the Death and the Devil

Mensagem  Myriam Castro em Dom Jun 14, 2009 3:26 pm

Episódio muito interessante.
A mensagem inicial é fantástica ... e verdadeira!
Mostrou como as IA's eram mesmo seres senscientes, podiam pensar por si próprias, e até tomar decisões.
Foi muito divertido ver Beka e Harper tentando contornar uma questão diplomática, fazendo-se passar por Dylan ... e legal quando Trance aconselhou a Beka a ser mais autêntica. Beka seguiu o sábio conselho, e se saiu tão bem, que foi elogiada pelo Chanceler e por Dylan - que mais um vez sentiu orgulho dela.
Legal, também, foi o reencontro dos dois velhos parceiros - Kevin e Michael Hurst (que viveu Iolaus, e agora, interpretava um andróide), e ver mis um exemplo da aplicação de uma Lei da Robótica - Ryan receava lutar não por ele próprio, mas por causa de Dylan, a quem tinha obrigação de proteger - e isso mostrou que ainda lhe restava a lealdade à Alta Guarda, que outrora servira.
Uma das leis da Robótica, propostas por Isaac Asimov (um escritor de Ficção norte-americano, autor do livro "Eu, Robô", que recentemente virou também filme) , dizia que uma IA devia proteger todo e qualquer orgânico, mesmo ao custo de sua própria existência.

Por fim, foi emocionante o sacrifício da Million Voices ... não sei quanto a vocês, mas eu sempre ficava pesarosa quando via uma nave da classe Herança explodir ...)


Última edição por Myriam Castro em Qua Jun 17, 2009 10:41 pm, editado 2 vez(es)

_________________
"Não é assim que as pessoas que se amam fazem ?"(Dylan Hunt)

Myriam Castro

Número de Mensagens : 4767
Idade : 56
Location : Minas Gerais - Brasil
Data de inscrição : 22/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A SAGA - II-20 - The Knight, the Death and the Devil

Mensagem  mara em Seg Jun 15, 2009 7:25 pm

Myriam, você já disse tudo! Esse episódio fala sobre honra, dignidade, coragem, sacrifício e segundas chances.
Adorei ver Michael e Kevin juntos!
Kevin diz nas entrevistas que, ao ver Michael com aquele cabelo e a sombrancelha raspada, o chamou de "Rainha do universo"... :lol:
obrigada, querida, adorei, como sempre! :kiss:

_________________
No one should never give up, ever! Do what makes you happy, what you are passionate about!

mara

Número de Mensagens : 18928
Location : São Paulo, Brasil
Data de inscrição : 02/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A SAGA - II-20 - The Knight, the Death and the Devil

Mensagem  Myriam Castro em Ter Jun 16, 2009 4:17 pm

E deu para notar, também, que Dylan pareceu mesmo ter mudado até a aparência ... quero dizer, daquele jeito meio "garotão" da I Temporada, ele está com um ar mais amadurecido, um olhar mais profundo e penetrante, como se quisesse ler os pensamentos das pessoas, uma atitude mais firme, mais realista e menos sonhador ...
Não sei se foi por ter deixado de usar uniforme, ou pelos cabelos cortados mais curtos ... sei lá, ele mudou. E para melhor, eu diria ...
É impressionante o que Kevin fez quando interpretou Dylan ... ele foi, como disse a Carmen, perfeito!

E, Mara, as capturas estão mesmo maravilhosas! ...

_________________
"Não é assim que as pessoas que se amam fazem ?"(Dylan Hunt)

Myriam Castro

Número de Mensagens : 4767
Idade : 56
Location : Minas Gerais - Brasil
Data de inscrição : 22/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A SAGA - II-20 - The Knight, the Death and the Devil

Mensagem  mara em Qua Jun 17, 2009 8:28 am

Kevin disse à época que ele relutou em cortar o cabelo, porque queria que se lembrassem dele...ele fizera Hércules. (Como esquecer?)
e ele estava louco pra sair do uniforme, porque ele dizia que Dylan sabia que aquele tempo e aquelas regras _ aquela comunidade _ não mais existiam e que tudo estava caótico, o uniforme o transformaria num sonhador do passado.
Concordo, Myriam, ele ficou sensacional sem uniforme - e com uniforme - e de cabelinho curto. :leech:

_________________
No one should never give up, ever! Do what makes you happy, what you are passionate about!

mara

Número de Mensagens : 18928
Location : São Paulo, Brasil
Data de inscrição : 02/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A SAGA - II-20 - The Knight, the Death and the Devil

Mensagem  maite em Qua Jun 17, 2009 8:42 am

kevin esta sensacional lleve el look que lleve Twisted Evil

maite

Número de Mensagens : 1955
Idade : 55
Location : barcelona-españa
Data de inscrição : 15/08/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A SAGA - II-20 - The Knight, the Death and the Devil

Mensagem  Myriam Castro em Qua Jun 17, 2009 7:48 pm

Bem ... se ele tivesse deixado o cabelo longo, ficaria parecido com seu alter-ego das Temporadas Virtuais, Bruiser ... Rsrsrsrsrs
Eu também achei que ele estava lindo como Hércules (afinal, quando é que não esteve ...?), mas, como Dylan ... uff, eu sou suspeita, né? :whistle:

_________________
"Não é assim que as pessoas que se amam fazem ?"(Dylan Hunt)

Myriam Castro

Número de Mensagens : 4767
Idade : 56
Location : Minas Gerais - Brasil
Data de inscrição : 22/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A SAGA - II-20 - The Knight, the Death and the Devil

Mensagem  mara em Qua Jun 17, 2009 7:53 pm

Você não é suspeita, querida, você tem um ótimo gosto! Twisted Evil

_________________
No one should never give up, ever! Do what makes you happy, what you are passionate about!

mara

Número de Mensagens : 18928
Location : São Paulo, Brasil
Data de inscrição : 02/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A SAGA - II-20 - The Knight, the Death and the Devil

Mensagem  Convidad em Qua Jun 17, 2009 8:23 pm

mara escreveu:Concordo, Myriam, ele ficou sensacional sem uniforme - e com uniforme - e de cabelinho curto. :leech:
Sempre gosto mais dele de cabelo curto, mas isso é o de menos, como bem diz a Mara, com uniforme, sem uniforme, etc, etc... oh, não posso continuar minnhas fantasias, o dever filial me chama ao telefone!

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A SAGA - II-20 - The Knight, the Death and the Devil

Mensagem  mara em Qui Jun 18, 2009 8:57 am

:lol:

_________________
No one should never give up, ever! Do what makes you happy, what you are passionate about!

mara

Número de Mensagens : 18928
Location : São Paulo, Brasil
Data de inscrição : 02/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A SAGA - II-20 - The Knight, the Death and the Devil

Mensagem  Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 9:47 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum