HÉRCULES, A SAGA - II-23 - Centaur Mentor Journey

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

HÉRCULES, A SAGA - II-23 - Centaur Mentor Journey

Mensagem  Myriam Castro em Sex Mar 19, 2010 7:46 pm



ENGLISH VERSION PLUS CAPS:
Centaur Mentor Journey



Hercules' (Kevin Sorbo) ailing mentor and father figure, a Centaur named Ceridian (Tony Blackett), dispatches his young student Theseus (James Townshend) to bring Hercules the message that he is dying. The boy finds the son of Zeus in a market bazaar with Salmoneus (Robert Trebor), and the three rush to Ceridian's cave. There the frail Centaur tells Hercules he's worried about another of his proteges, the bold and brilliant Centaur Cassius (Julian Arahanga), who has grown increasingly angry and militant. When Hercules and Salmoneus set out to find Cassius, they run into the bigoted town magistrate Gredor (John McKee) and the local smith who directs them to the school where Cassius' ex-girlfriend Myrra (Marcia Cameron) teaches. On the way, Salmoneus runs into Gnoxius (Mark Clare), a fiercely opportunistic kindred soul who piques Salmoneus' interest in his latest enterprise -- selling mini-sundials on straps. As the two go off to discuss business, Hercules continues on to the school where he is curtly dismissed by Myrra, a bright and beautiful young woman whose love for Cassius has obviously stirred up the town's deepest prejudices. Even Myrra's own father Perdidis (Edward Newborn), an educated liberal who owns and runs the school, objects to his daughter's relationship with the centaur. Perdidis' assistant Locus (Robert McMullen) finally shows Hercules the way to the abandoned castle where Cassius is training his group of mighty centaurs. He reveals that the centaurs are threatening to arm themselves and march through town to the public fountain, where only humans are allowed to drink. He further explains that the centaurs will have to cross Perdidis' estate on the way and if they come armed, Perdidis has vowed he will repel them by force if necessary.

When Hercules confronts him, Cassius angrily declares his willingness to fight in order to achieve his goal of equal rights, and stalks off before the son of Zeus can explain that there might be another, less violent way. Meanwhile, Myrra, who has been stopped from seeing Cassius by her father, pleads to be at his side once again, but the centaur refuses to expose her to the dangers that accompany his struggle. Later, when Hercules rescues Salmoneus from attack by a couple of centaurs, Cassius arrives and challenges Hercules. A duel between the two formidable adversaries begins and they appear almost equally matched. During the ferocious fight, Hercules is disarmed and must grab a spear to defend himself against Cassius' repeated charges. Hercules gets the drop on the centaur but cannot bring himself to deliver the final coup de grace, so the battle continues. Finally, Hercules regains the advantage, but it is only when Theseus arrives to tell him that Ceridian is very close to death, that the battle ends.

Hercules rushes off with Theseus and Salmoneus and soon after, Myrra finds Cassius. She tries to convince him that he should be at the side of his dying teacher and begs him not to be so consumed by hatred that he rejects all humans -- even those who love him. Cassius reluctantly agrees to visit his mentor one last time, but ends up leaving in anger to arm his followers. From his deathbed, Ceridian pleads with Hercules to prevent the impending bloodshed. Meanwhile, the evil magistrate Gredor has enlisted the help of Perdidis' assistant Locus in a plot to kill Perdidis and blame Cassius for the murder. Locus has been persuaded to betray Perdidis in exchange for regaining his ancestors' land and the abandoned castle which Cassius has been using as his base of operations. As the armed Centaurs begin their march and line up for battle against Perdidis' men, Hercules steps in to prevent Locus from assassinating Myrra's father with a dagger specially made to match Cassius' knife. When Hercules exposes Locus' attempt to start a war which will result in the wholesale slaughter of the Centaurs, Perdidis and his men throw down their weapons and Cassius and the Centaurs do the same. All join together to march into town, where they are pelted by stones hurled by angry citizens. When they refuse to resort to violence, even when Cassius is wounded by an arrow, they win the citizens' respect. In the end, Locus exposes Gredor's treachery and his own greed, and the magistrate is driven out of town. The Centaurs and humans drink together from the fountain, Cassius and Myrra are reunited, and Ceridian can finally pass on to the Other Side in peace.

Starring: Kevin Sorbo (Hercules)

Guest Starring: Robert Trebor (Salmoneus), Tony Blackett (Ceridian), Julian Arahanga (Cassius), James Townshend (Theseus), Marcia Cameron (Myrra), Edward Newborn (Perdidis), Jphn McKee (Gredor), Robert McMullen (Locus), Mark Clarke (Gnoxius), Jonathan Bell-Booth (Centaur #1), Ray Bishop (Centaur #2), John Freeman (Smith), Lance Phillips (Ripis), Fred Craig (Mong)


Written by Robert Bielak
Directed by Stephen L. Posey


Trivia: Salmoneus tries to introduce the world to airsandles. He even tries to get Hercules to endorse them. This was a nod to the modern day concept of celebrities endorsing shoes.

http://www.whoosh.org/epguide/herk/h223_36_centaur.html






MORE CAPS/ MAIS CAPTURAS COMEÇANDO AQUI:
https://www.facebook.com/126848074002229/photos/ms.c.eJxFklluADEIQ29UASEs979YW1vj~;I2ezGPJeJwba~_07kRX24wQ1let~;Hw8wcT7QAeArkCiZFKBj5BgD6BEIghK4kNoDbGtqu~_f47T0hUHDUB9wMibgCl8AEMPqdb3R3J1DCCyX2EotEq0s0QH3b~_uFyMQL~_75h9CW4bJUDHfYlFQjf1PATaJbHLvElvArQLUHokvRxdF~;PCHL6aoygtSauZkLQwmL~_LNR0jRye6eAvghJOvhNKRtCltJebAYTrh0HFeYliiSZcvZw8woV3C8C5~_P2k4~;o~;RTYOvn7ppJk74h34B29WhZQ~-~-.bps.a.1155969764423383.1073741870.126848074002229/1235290719824620/?type=3&theater



II – 23 - CENTAUR MENTOR JOURNEY
A JORNADA DO MESTRE CENTAURO

História original de Robert Bielak



O antigo mestre de Hercules, um sábio centauro chamado Ceridian, estava já bem velho, e no final da sua vida, já em seu leito de morte, enviou um de seus jovens aprendizes, um rapaz de nome Theseus, para encontrar Hercules e dizer-lhe que ele, Ceridian, estava morrendo.
O jovem encontrou o filho de Zeus no mercado de um certo povoado, em companhia de Salmoneus, e os três foram com ele até a caverna de Ceridian.
Lá, o centauro moribundo disse a Hercules que estava muito preocupado com outro de seus discípulos, um centauro jovem e brilhante chamado Cassius, que havia cultivado um espírito de rancor e ódio. Ele temia que Cassius se envolvesse em algum evento trágico.
Quando Hercules e Salmoneus partiram para encontrar Cassius, foram procurar um certo magistrado intolerante e preconceituoso chamado Gredor, e o ferreiro local levou-os até a escola onde a a ex-namorada de Cassius, Myrra, ensinava.
No caminho, Salmoneus encontrou Gnoxius, um tipo oportunista que lhe era aparentado, e que lhe prendeu o interesse com seu mais recente negócio – sandálias com sola pneumática (!). E enquanto os dois se afastavam para conversar sobre negócios, Hercules continuou a caminho da escola, onde foi sumariamente dispensado por Myrra, uma bela jovem cujo amor por Cassius tinha obviamente terminado em meio a grandes decepções.
Mesmo o próprio pai de Myrra, Perdidis, um sujeito letrado e gentil que era dono da escola e também ali ensinava, era contrário ao relacionamento da jovem com o centauro.
O assistente de Perdidis, um certo Locus, finalmente mostrou a Hercules o caminho para o castelo abandonado onde Cassius vinha trinando um grupo de centauros poderosos – certamente com intenções hostis. Ele revelou que os centauros estavam ameaçando armar-se e marchar para o povoado, em cuja fonte somente era permitido que humanos bebessem. Ele ainda explicou que os centauros terão que passar pela posição de Perdidis no caminho, e que se vierem armados, Perdidis tinha jurado que os repeliria pela força, se necessário.
Quando Hercules encontrou Cassius, o centauro, irado, declarou sua intenção de lutar para conseguir direitos iguais, e afastou-se, altivo e orgulhoso, antes que o filho de Zeus pudesse explicar que podia haver outra maneira de resolver as coisas sem violência.
Enquanto isso, Myrra, que tinha deixado de encontrar-se com Cassius por causa de seu pai, implorava para ficar ao lado dele novamente, mas o centauro recusava-se a expô-la ao perigo que acompanharia sua campanha.
Mais tarde, quando Hercules livrou Salmoneus do ataque de dois belicosos centauros, Cassius chegou e enfrentou o filho de Zeus. Começou então um duelo entre os dois formidáveis adversários, que pareciam quase igualmente correspondentes em força. Durante a luta feroz, Hercules, que estava desarmado, teve que agarrar uma lança para se defender das investidas de Cassius. Hercules conseguiu golpear o centauro, mas não pode dar o golpe final, e assim a batalha continuou. Finalmente, Hercules recuperou a vantagem, mas foi apenas quando Theseus chegou e disse que Ceridian estava muito próximo da morte, que a luta terminou.
Hercules foi correndo para lá, seguido por Theseus e Salmoneus, e logo depois Myrra encontrou Cassius. Ela tentou convencê-lo de que ele devia estar ao lado de seu mestre moribundo, e implorou para que ele não se deixasse consumir pelo ódio aos humanos – mesmo aqueles que o amavam. Cassius concordou com relutância em visitar seu mentor uma última vez, mas acabou por virar as costas e retornar para junto de seus ferozes seguidores.
De seu leito de morte, Ceridian implorou a Hercules que impedisse o derramamento de sangue.
Entrementes, o malévolo magistrado Gredor tinha conseguido a ajuda de Locus, o assistente de Perdidis, para assassinar o professor e por a culpa em Cassius. Locus foi persuadido a trair Perdidis em troca de recuperar as terras de seus ancestrais e o castelo abandonado que Cassius tinha tomado como base de operações.
Enquanto os centauros armados começavam sua marcha e formavam uma linha de combate contra os homens de Perdidis, Hercules entrou pára impedir Locus de assassinar o pai de Myrra com um punhal especialmente feito para parecer-se com a faca de Cassius. Quando Hercules expôs a tentativa de Locus de começar uma sangrenta guerra que resultaria no massacre de todos os centauros, Perdidis e seus homens largaram suas armas. Cassius e seu guerreiros fizeram o mesmo. Todos se reuniram e marcharam para o povoado, onde foram apedrejados pelos irados cidadãos. Quando eles se recusaram a revidar a violência, mesmo ao ver Cassius ser ferido por uma flecha, conquistaram o respeito do povo.
No final, Locus acabou por confessar a traição de Gredor e sua própria culpa, e o magistrado foi expulso do povoado.
Os centauros e os humanos beberam juntos da fonte, Cassius e Myrra reataram, e Ceridian pode finalmente ir para o Outro Lado em paz.

_________________
"Não é assim que as pessoas que se amam fazem ?"(Dylan Hunt)

Myriam Castro

Número de Mensagens : 4767
Idade : 56
Location : Minas Gerais - Brasil
Data de inscrição : 22/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HÉRCULES, A SAGA - II-23 - Centaur Mentor Journey

Mensagem  Myriam Castro em Sex Mar 19, 2010 7:50 pm

Mais um episódio muito legal. E que nos ensina novamente o quanto é destrutiva uma das maiores mazelas sociais da Humanidade: o preconceito.
Os Centauros, na Mitologia grega, eram seres sábios e em geral pacíficos. É claro que havia os de mau caráter entre eles, assim como os havia entre os homens também. Mas, o preconceito dos homens em relação a eles era tão feroz, que se tornou em ódio.
Ninguém jamais iria ganhar com tal sentimento ... e foi isso que Hercules fez com que todos - Centauros e homens - enxergassem.
Uma lição e tanto! ...

_________________
"Não é assim que as pessoas que se amam fazem ?"(Dylan Hunt)

Myriam Castro

Número de Mensagens : 4767
Idade : 56
Location : Minas Gerais - Brasil
Data de inscrição : 22/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HÉRCULES, A SAGA - II-23 - Centaur Mentor Journey

Mensagem  mara em Sex Mar 19, 2010 9:54 pm

Uma bela forma de falar de intolerância, preconceito e interesses escusos que se aproveitam da situação, não, querida?
Um episódio e tanto, que também fala da perda... a perda de alguém que era como o pai de Hércules.
E o começo é bem divertido também.
Uma delícia de rever, Myriam, obrigada, querida!

_________________
No one should never give up, ever! Do what makes you happy, what you are passionate about!

mara

Número de Mensagens : 18928
Location : São Paulo, Brasil
Data de inscrição : 02/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HÉRCULES, A SAGA - II-23 - Centaur Mentor Journey

Mensagem  Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 7:27 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum