HERCULES, A SAGA: III-17 - Les Contemptibles

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

HERCULES, A SAGA: III-17 - Les Contemptibles

Mensagem  Myriam Castro em Sex Jul 23, 2010 10:48 am



ENGLISH VERSION:
Les Contemptibles


The year is 1789 in Troyes, France. Count Francois Demarigny (Robert Trebor), who bears a striking resemblance to Salmoneus, is sharing a carriage ride with beautiful aristocrat Lady Marie DeValle (Danielle Cormack) when he pulls from his coat a long-stemmed yellow rose, the calling card of the infamous revolutionary The Chartreuse Fox. Lady DeValle is astonished when he tells her he's the Fox, but recovers quickly enough to keep her carriage from being searched by police who stop them along the way. Resuming their journey, DeValle questions her companion about why he would risk his life for mere peasants. When DeMarigny explains that there are heroes in the midst of the commoners just waiting to be awakened, Marie suggests a wager, challenging him to transform a peasant into a hero. Just then, the carriage is stopped again, this time by a hooded man lying across the road. When the coachman approaches, the prone figure suddenly jumps up, turns on Marie and Francois with a knife, introduces himself as the highwayman Jean-Pierre (Michael Hurst), and demands their money. Jean-Pierre, who could be Iolaus' twin, is suddenly hit and sent flying by a second hooded man, Robert (Kevin Sorbo), who bears a startling resemblance to Hercules. When he now demands their money, a fight breaks out during which Francois gains the upper hand. Following up on their bet, Marie suggests that Francois try to turn their attackers into heroes and Francois agrees.
Holding their attention with the promise of money, Francois begins to tell Robert and Jean-Pierre about the lofty ideals of the ancient Greeks and about Hercules, the champion of the common man. Meanwhile, Captain Gerrard (Patrick Wilson) of the French police receives a communique attached to a yellow rose, confirming that the attack on the Troyes armory, which provided arms to the peasants, was the work of The Chartreuse Fox.
On a walk through the marketplace, Francois continues telling Robert and Jean-Pierre tales of Hercules' heroism. When a grungy peasant suddenly grabs Marie by the arm, Robert and Jean-Pierre rush to protect her, inadvertently drawing the attention of the gendarmes. Forced to hide from the police in fish barrels, the four finally emerge and Francois resumes his stories about Hercules' struggles to help his fellowmen. Robert begins to respond to Francois' exhortations about how the peasants must unite to become strong.
When Gerrard gets hold of a lace handkerchief which was dropped by The Chartreuse Fox during the attack on the armory, he suspects that the revolutionary leader is actually Marie DeValle. Meanwhile, Jean-Pierre is rapidly tiring of his "hero lessons" and pushes Marie into demonstrating that she truly cares about the revolution. When she heads for her carriage, Francois, Jean-Pierre and Robert suddenly drop the phony act they've been staging all along in an attempt to get their hands on Marie's fortune. Francois brags that he's convinced Marie he's The Chartreuse Fox, and he and Jean-Pierre congratulate each other on their criminal brilliance. Only Robert is beginning to feel badly about their ruse. When Marie returns, she hands Robert a magnificent brooch as proof of her dedication to the cause and he and Jean-Pierre pledge they will join The Chartreuse Fox. Marie, in turn, reveals that Francois is The Fox and as they feign astonishment, she tells them her driver will soon return with the rest of her family fortune. At that moment, however, the group is surprised by the arrival of soldiers. Marie hides her companions inside a huge chest and when they finally force their way out later, their loot is gone. Noticing a single yellow rose left behind, they realize they've been out-foxed by the real Chartreuse Fox -- Marie!
Francois, Jean-Pierre and Robert look on as Gerrard's men erect a guillotine scaffold for Marie, whom they've arrested for treason. Inspired by her bravery, Robert realizes he cannot abandon her and begins to think about what Hercules would do. Disguised in hooded cloaks, he and his comrades join the crowd of sad peasants who have gathered for their heroine's execution. With only seconds to spare, Robert throws a knife which intercepts the falling guillotine blade just before it severs Marie's neck, and he and his friends leap into action. A spectacular battle ensues and eventually Robert is able to free Marie. Inspired by Marie's rescue, the peasants join in the struggle. In the end, Robert, Jean-Pierre and Francois agree to team up with Marie to continue to fight injustice. Francois suggests they call themselves The Four Muskrats. His comrades don't agree.
Starring: Kevin Sorbo (Robert), Michael Hurst (Jean-Pierre)
Guest Starring: Robert Trebor (Francois Demarigny), Danielle Cormack (Marie DeValla/Chartreuse Fox), Patrick Wilson (Captain Gerrard), Paul Norell (Croissant), Mark Perrett (Coachman), Campbell Rouselle (Sergeant), Robert Lee (Guy)

Written by Brian Herskowitz
Directed by Charlie Haskell


http://www.whoosh.org/epguide/herk/h317_54_contempt.html



CAPS/ CAPTURAS:

http://miroirdarc.com/hercules/s3/lescontempt/

http://s933.photobucket.com/albums/ad177/galeria_saga_Hercules/?action=view&current=ROBRT.jpg



III-17 - LES CONTEMPTIBLES
OS DESPREZÍVEIS

História original de Brian Herskowitz


Ano de 1789, Troyes, França.

O Conde François DeMarigny, que carrega uma notável semelhança com Salmoneus, viajava numa carruagem em companhia da bela aristocrata Marie DeValle, quando em dado momento ele retirou de um bolso de seu casaco uma rosa amarela de haste longa, onde havia um pequeno cartão fixado, marca do famigerado revolucionário conhecido como “A Raposa Amarela”. Madame DeValle ficou atônita quando ele revelou que ele era a “Raposa”, mas se recompôs rapidamente, a tempo de evitar que a carruagem fosse abordada e revistada pela Polícia, que os parou na estrada.
Continuando a viagem, DeValle perguntou ao seu acompanhante por que ele arriscaria sua própria vida por simples camponeses. Quando DeMarigny explicou que havia heróis no meio dos plebeus apenas esperando para serem despertados, a jovem lhe propôs um desafio: transformar um camponês plebeu e miserável num herói.
Exatamente nesse momento, a carruagem foi parada novamente, dessa vez por um homem deitado no meio da estrada e coberto por uma manta. O cocheiro desceu, e ao se aproximar do homem, este subitamente levantou-se de um pulo, virou-se para Marie e François com uma faca na mão, e apresentou-se como o salteador Jean-Pierre, anunciando o assalto e exigindo dinheiro. Jean-Pierre, que poderia ser o irmão gêmeo de Iolaus, foi subitamente golpeado e derrubado por um segundo homem encapuzado, Robert, “espantosamente” semelhante a Hercules. Agora era ele que exigia dinheiro dos dois viajantes, mas Jean-Pierre avançou nele e logo começou uma luta, durante a qual François ergueu a mão. Lembrando-se do desafio que lhe propusera, Marie sugeriu que François tentasse transformar esses dois malucos em heróis, e François concordou.
Atraindo a atenção deles com promessas de “muito dinheiro”, François começou a contar a Robert e a Jean-Pierre as histórias dos ideais dos antigos Gregos e sobre Hercules, o campeão dos mortais.
Enquanto isso, o Capitão Gerard, da Polícia francesa, recebeu um comunicado na forma de um cartão atado a uma rosa amarela, confirmando que o ataque ao arsenal de Troyes, que possibilitou equipar os camponeses com armas, fora obra da Raposa Amarela.
Em uma caminhada através da Praça do Mercado, François continuava a contar as histórias do heroísmo de Hercules aos dois salteadores. Quando um camponês maltrapilho subitamente agarrou Marie pelo braço, Robert e Jean-Pierre correram a protege-la, inadvertidamente chamando a atenção de alguns policiais. Forçados a se esconder da Polícia dentro de barris de peixe, os quatro finalmente conseguiram se livrar e François continuou a contar suas histórias das lutas de Hercules para ajudar seus compatriotas. Robert começou a responder às exortações de François sobre como os camponeses deviam se unir para se tornar fortes.
Quando Gerard conseguiu se apoderar de um lenço de linho que fora deixado pela Raposa Amarela durante o ataque ao arsenal, ele suspeitou que o líder revolucionário era na verdade a bela Marie DeValle.
Entrementes, Jean-Pierre estava ficando cansado de suas “lições de herói” e provocou Marie a demonstrar que ela verdadeiramente se importava com a Revolução. Quando ela se encaminhava para a sua carruagem, François, Jean-Pierre e Robert subitamente deixaram cair o disfarce que vinham usando por muito tempo na tentativa de por as mãos na fortuna de Marie. François gabou-se de ter convencido Marie de que ele era a Raposa Amarela, e ele e Jean-Pierre cumprimentaram um ao outro pela sua astúcia. Apenas Robert estava começando a se sentir mal com todo aquele ardil. Quando Marie retornou, ela entregou a Robert um magnífico broche, como prova de sua dedicação à causa e ele e Jean-Pierre lhe asseguraram que se juntariam à Raposa Amarela. Marie, em troca, lhes revelou que François era a Raposa, e, diante do assombro deles, ela ainda lhes disse que seu criado logo retornaria com o restante de sua fortuna de família.
Naquele momento, contudo, o grupo foi surpreendido pela chegada de soldados. Marie escondeu seus companheiros dentro de um grande baú, e quando mais tarde eles conseguiram sair, seu saque havia sumido.
Notando uma única rosa amarela deixada para trás, eles perceberam que tinham sido enganados pela verdadeira Raposa Amarela – Marie!
François, Jean-Pierre e Robert assistiam enquanto os homens de Gerard erguiam a lâmina da guilhotina para Marie, a quem tinham conseguido prender por alta traição.
Inspirado pela bravura dela, Robert percebeu que não podia abandoná-la, e pôs-se a pensar no que Hercules faria. Disfarçados com capuzes, ele e seus companheiros se juntaram à multidão de pobres camponeses que se aglomeraram para assistir à execução de sua heroína. Faltando apenas alguns segundos, Robert atirou uma faca que foi prender-se sob a lâmina da guilhotina, centímetros antes que atingisse o pescoço de Marie. Na confusão que se seguiu, ele e seus amigos entraram em ação.
Uma batalha espetacular se instalou na praça, e Robert conseguiu libertar Marie. Animados pelo resgate de Marie, os camponeses se juntaram à refrega.
No final, Robert, Jean-Pierre e François concordaram em se juntar ao contingente com Marie, para prosseguir combatendo a injustiça.
François sugeriu que eles se chamassem “Os Quatro Visons”, mas seus companheiros não concordaram ...

_________________
"Não é assim que as pessoas que se amam fazem ?"(Dylan Hunt)

Myriam Castro

Número de Mensagens : 4767
Idade : 56
Location : Minas Gerais - Brasil
Data de inscrição : 22/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERCULES, A SAGA: III-17 - Les Contemptibles

Mensagem  Myriam Castro em Sex Jul 23, 2010 11:03 am

Episódio bem curioso ...
A trama, misturando capa-e-espada e espionagem, lembrou-me um livro que li há alguns anos, chamado "O Pimpinela Escarlate" (se não me falha a memória, de autoria de Charlotte Bronte), no qual um herói inglês misterioso promovia a retirada de prisioneiros aristocratas, condenados à guilhotina pelo Governo Revolucionário da França, levando-os a salvo para a Inglaterra. É uma história muito interessante, eu até já coloquei aqui no Fórum como seria se fizessem um filme, com Kevin no papel principal ...
Bem ... sabemos pela História, que no dia 14 de Julho de 1789, aconteceu a Queda da Bastilha (que era uma prisão-fortaleza, considerada de segurança máxima, e de onde ninguém escapava vivo), que foi invadida pelo povo, armado de ancinhos, enxadas, cajados, pás, vassouras, etc ... ou seja, a "plebe", a "ralé", formada por camponeses e outros cidadãos pobres, conseguiu dominar todo um contingente bem armado das autoridades da época.
Isso nos mostrou que o povo, mesmo sem os recursos de armas, se se unir de verdade, pode acabar com toda e qualquer injustiça. Um bom exemplo de cidadania.

_________________
"Não é assim que as pessoas que se amam fazem ?"(Dylan Hunt)

Myriam Castro

Número de Mensagens : 4767
Idade : 56
Location : Minas Gerais - Brasil
Data de inscrição : 22/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERCULES, A SAGA: III-17 - Les Contemptibles

Mensagem  mara em Sex Jul 23, 2010 2:36 pm

Esse episódio foi muito divertido! Kevin é um comediante nato, e faz humor com sutileza e elegância.
Ainda que zombassem de seu personagem, no final ele se redime e salva a mocinha.
Delícia, Myriam! ]

https://www.youtube.com/watch?v=QRt31a_kah4

https://www.youtube.com/watch?v=NDMVuL47gGM&list=UUd4PheBQpftnXiir64GtI3Q&index=89

https://www.youtube.com/watch?v=QRt31a_kah4

_________________
No one should never give up, ever! Do what makes you happy, what you are passionate about!

mara

Número de Mensagens : 18928
Location : São Paulo, Brasil
Data de inscrição : 02/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERCULES, A SAGA: III-17 - Les Contemptibles

Mensagem  Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 8:50 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum