VI Temporada - Virtual

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

VI Temporada - Virtual

Mensagem  Myriam Castro em Seg Dez 03, 2007 9:27 pm




Renúncia de direitos: esta estória não tem a intenção de violar direitos retidos pela Tribune ou qualquer outra entidade envolvida na realização de Gene Roddenberry´s Andrômeda.


VI-03 - When All The Worlds Are Quiet And Still - p.1

-Quando Todos os Mundos Estão Quietos e Pacíficos p.1

Texto original em inglês de Amanda.

"Quando todos os mundo estão quietos e pacíficos
E dúvidas correm tão profundas quanto o oceano
Através de anos difíceis e sonhos partidos
Para o lugar onde nosso silêncio é falado
Isso é tão maravilhoso ?"
Letra: Calum & Rory McDonald - Coisas Velozes e Emocionantes
1993 (Ano da Terra)
Donnie Munro - Poeta e Filósofo da Terra Antiga


Dylan está feliz por ter conseguido mediar um tratado interplanetário com sucesso.
E enquanto isso, Harper está trancado em sua oficina, trabalhando em algum projeto secreto, e isolou-se com códigos que nem Andromeda conseguiu desbloquear. Sabendo que isso geralmente significava "encrenca", Rommie, muito diligentemente, comunicou o fato ao capitão, que também ficou desconfiado, e foi saber o que o engenheiro estava "aprontando" dessa vez.
No caminho para a oficina, topou com um dos Comissários participantes do tal tratado, que estavam hospedados a bordo da Andromeda, e que queria conversar com ele a respeito de "certos termos" do tratado. Dylan pensou consigo: "Era bom demais para ser verdade ...", mas pediu licença e continuou seu caminho.
Chegando à oficina, ele desbloqueou os tais códigos - que como capitão era direito seu - e pegou Harper "de surpresa", dando-lhe um susto e tanto. Mas, não obstante o famoso "olhar" de Dylan, Harper disse que não podia ainda informar nada, mas garantiu que não comprometia a segurança nem da nave e nem dos que estavam a bordo.
De saída, Dylan mais uma vez encontrou o Comissário, que insistia em falar com ele.
Foi então que um alerta vindo da Ponte de Comando os interrompeu, e Dylan correu para lá, desculpando-se novamente.
Havia alguma coisa misteriosa e não-identificada seguindo a Andromeda.
Os sensores da nave tentavam em vão descobrir do que se tratava, mas na tela principal só se viam borrões coloridos, como se houvesse uma espécie de bloqueio na transmissão do sinal ...
Dylan tentou contactá-los, mas não obteve resposta, até que uma voz misteriosa se fez ouvir, dizendo que o conhecia ...
Logo em seguida, a IA captou a presença de duas formas de vida estranhas, no Deck de Observação, que pareciam aguardar alguma coisa ou alguém.
Dylan e Rhade foram para lá, com as lanças de força a postos, e lá chegando descobriram que os dois forasteiros estavam esperando pelo próprio Dylan !
(E Rommie tinha recebido ordens para vigiar Harper de perto).
Os dois estranhos se apresentaram, e logo de cara já disseram que sabiam que Dylan era um Paradine. Queriam falar com ele a sós, e ele teve que dispensar Rhade. O jovem Nietzschean, que era responsável pela segurança dentro da nave, não gostou nem um pouco, mas obedeceu.
Os estranhos disseram que tinham uma mensagem de alguém que Dylan conhecia, e que precisava de ajuda.
Rhade voltara para a Ponte, onde conversava com Beka sobre o incidente, e que não achava nada bom deixar Dylan sozinho lá.
E os dois visitantes revelaram que quem os enviara fora Orlund, o guardião da Câmaras Vedran em Seefra, que estava com sérios problemas. Dylan deveria ir para lá, e não dizer nada a ninguém.
Dylan estranhou, mas sentiu que aqueles dois não representavam ameaça, e resolveu ir. Ele tinha que deixar as discussões sobre o tratado para outra hora.
E mais alguém manifestou preocupação com tudo aquilo: Trance. Ela o alertou para ter muito cuidado, pois ia atravessar a Rota das Eras para chegar a Seefra, e talvez ficasse difícil manterem contato com ele. Ele, entretanto, assumiu os riscos.
Rhade o encontrou no hangar, preparando um slipfighter, e tentou demovê-lo da idéia, mas foi em vão.
Dylan partiu, e as últimas palavras que ouviu, antes de fechar a cabine da pequena nave de combate, foram as reclamações de Rhade ...
Continua ...


Última edição por Myriam Castro em Sex Nov 14, 2008 6:35 pm, editado 5 vez(es)

_________________
"Não é assim que as pessoas que se amam fazem ?"(Dylan Hunt)

Myriam Castro

Número de Mensagens : 4767
Idade : 56
Location : Minas Gerais - Brasil
Data de inscrição : 22/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

VI-04 - When all the Worlds Are Quiet And Still p.2

Mensagem  Myriam Castro em Sab Dez 08, 2007 3:52 pm



Quando Todos os Mundos Estão Quietos e Pacíficos - p.2


"Imensurável, invisível,
O momento dourado à minha frente
Caminharei com você através do belo portal
Minhas mãos e meu coração escancarados."

Runrig - "Coisas Emocionantes" - 1993 (Terra Antiga)

Dylan partiu sozinho para Seefra.
Rhade e Beka sabiam que ele tinha que atravessar a Rota das Eras para chegar lá, e por isso estavam preocupados. Como Andromeda ia rastreá-lo ?
Harper, por seu turno, até que achou bom, pois, com o "Chefe" ausente, ele poderia ficar em paz para "trabalhar" ...
E Dylan chegou ... não em Seefra, mas numa estação orbital que tinha o mesmo nome. Bem que ele estranhou as coordenadas que os mensageiros tinham passado para ele ... e ficou um pouco desconfiado.
E logo o próprio Orlund entrou em contato com ele, e assim como Trance, recomendou-lhe cautela. O guardião marcou um ponto de encontro, e Dylan foi para lá. O local era um verdadeiro labirinto, e logo surgiu um indivíduo que se apresentou como Marko, e ofereceu-se para mostrar-lhe o caminho. O sujeito pareceu impressionado com o Slipfighter, o que fez Dylan ficar ainda mais desconfiado ao ver aquele sorriso fácil. Mas estava também curioso, e resolveu segui-lo. O homem não parava de tagarelar o tempo todo, enquanto guiava Dylan pelas ruas e becos escuros. Mas, olhos argutos já os tinham localizado, e seguiam atentamente seus movimentos.
Uma armadilha tinha sido montada, e os "caçadores" estavam prestes a por as mãos em sua presa ... um deles chegou a comentar que "em breve teria Dylan Hunt implorando por sua vida", pois devia pagar caro pelo que fizera. E mostrou aos outros o livro aberto, cujas páginas estavam todas em branco.
Orlund tinha sido chamado à presença do chefão - o velho conhecido e inescrupuloso Thomas - que o parabenizou pela atuação, pois conseguira trazer o esquivo capitão da Andromeda Ascendant até ali.
E a palavra-chave fora ... Marlowe.
Ele convocou seus "colaboradores".
Marko e Dylan chegaram em um bar, onde deveriam aguardar contato.
Quando Orlund apareceu, Dylan percebeu que alguma coisa estava errada, mas então já era tarde. Os capangas de Thomas surgiram de repente, e quando o guardião, no fundo arrependido do que fizera, tentou ajudar Dylan, foi golpeado e ficou fora de combate.
Eles cercaram Dylan, que tentou reagir, mas foi dominado e levado cativo.
Andromeda tinha perdido o contato com Dylan, e Rhade, que estava conversando com Harper, foi informado do fato. Apreensivo, ele embarcou em outro Slipfighter e seguiu a rota da nave em que Dylan partira, para tentar encontrá-lo.
Dylan acordou com uma grande dor de cabeça, e descobriu que estava amarrado a uma cadeira. Com o olhar ainda turvo por causa da tontura - tinha levado uma pancada e tanto -, viu alguém entrar na sala, e piscando diversas vezes para aclarar a visão, reconheceu Thomas, o charlatão que ele desmascarara logo que havia chegado a Seefra-1.
Thomas queria vingar-se dele, por tê-lo derrotado em público na ocasião, e pelo quase linchamento por que passara, quando a multidão descobriu que ele os vinha enganando com um velho livro falso. Ele sorriu, e disse a Thomas que aquilo fora bem merecido.
Ao que Thomas, ofendido, chamou seus capangas e ordenou-lhes que ensinassem "bons modos" a Dylan ...
Enquanto isso, Rhade chegara a Seefra Drift, e viu no hangar o Slipfighter de Dylan. Foi até a pequena nave e, com a ajuda de um dispositivo que Harper lhe dera, abriu o diário de bordo, para tentar captar alguma referência de onde Dylan pudesse estar. Para sua surpresa, o dispositivo deu sinal de que gravara muitas informações, e Rhade, sorrindo de satisfação, preparou-se para seguir em frente ... quando deu de cara com Marko.
Dylan acordou sentindo dores por todo o corpo, como se tivesse sido atropelado por um tanque Lancer. Eles o haviam surrado covardemente ... tinha hematomas no rosto, e sangrava pelo nariz e por dois feios cortes que tinha na testa e no lábio inferior. E não conseguia respirar sem que suas costelas doessem terrivelmente - provavelmente, alguma estava quebrada.
Thomas surgiu novamente, e agarrando-o brutalmente pelos cabelos, esbofeteou-o sem dó, e disse que ia se ausentar por uma hora, e quando voltasse, ia matá-lo. Sem poder reagir, e fraco demais por ter ficado várias horas sem água, Dylan apenas perguntou sobre Orlund e Marlowe ... ao que Thomas, rindo com maldade, informou que Marlowe já estava morto há anos, e Orlund se encontrava em "local seguro". Quase num sussurro, Dylan então lhe disse que podia fazer o que quisesse com ele, antes de perder os sentidos novamente.
Rhade, como bom Nietzschean, farejou encrenca ao ver aquele sujeitinho esquisito oferecendo ajuda, mas resolveu fazer o jogo dele, pois deconfiava que aquilo tinha a ver com o desaparecimento de Dylan.
Por fim, depois de segui-lo por corredores que pareciam dar em lugar nenhum, Rhade achou que tinha de ser mais "direto": agarrou o homenzinho pela gola e encostou-lhe as lâminas ósseas na garganta, exigindo que o levasse até onde estava Dylan.
Marko nem discutiu ...
Os dois brutamontes na porta não deixavam dúvidas sobre o local exato. Rápido como um raio, Rhade investiu contra ambos e os derrubou sem que conseguissem reagir.
Thomas surgiu novamente, e sacou a pistola para dar em Dylan o tiro de misericórdia, quando, com um estrondo, a porta caiu e Rhade se jogou sala adentro, arrancando-lhe a arma das mãos com um disparo de mestre.
Dylan mal percebeu a chegada do jovem Nietzschean, tão atordoado estava. Thomas ainda tentou reagir, mas Rhade era mais rápido, e dominou-o. Vendo o que o sujeito tinha feito com Dylan, ficou furioso, e deu-lhe uns bem merecidos pontapés. E quando Thomas tentou fugir, deu de cara com Marko, que o matou com um tiro à queima-roupa.
Rhade examinou Dylan rapidamente, mas apesar do aspecto dos ferimentos, não eram graves. Desamarrou-o com cuidado e ajudou-o a levantar-se, mas Dylan estava tão fraco que quase caiu novamente. Com dificuldade, perguntou a Rhade como conseguira encontrá-lo, e Rhade lhe disse que fora graças a um aparelhinho muito interessante que Harper inventara ... então, amparou-o e encaminharam-se para o hangar, onde colocou-o no Slipfighter. Bem, o outro caça tinha que ficar para trás, mas, percebendo que Marko o seguira o tempo todo, e que não era afinal um mau sujeito, o Nietzschean sorriu para ele e deixou-lhe a nave. Dylan não ia se importar ...


Última edição por Myriam Castro em Sex Nov 14, 2008 6:36 pm, editado 3 vez(es)

_________________
"Não é assim que as pessoas que se amam fazem ?"(Dylan Hunt)

Myriam Castro

Número de Mensagens : 4767
Idade : 56
Location : Minas Gerais - Brasil
Data de inscrição : 22/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VI Temporada - Virtual

Mensagem  mara em Sab Dez 08, 2007 10:13 pm

Que gostoso de ler! E pobre Dylan... Shocked
É muito bom ter Andromeda de volta!

Grata Myriam...aguardando mais...
Very Happy

_________________
No one should never give up, ever! Do what makes you happy, what you are passionate about!

mara

Número de Mensagens : 18928
Location : São Paulo, Brasil
Data de inscrição : 02/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VI Temporada - Virtual

Mensagem  Myriam Castro em Sab Dez 08, 2007 10:53 pm

Puxa, Mara, sabe que eu também fiquei com dó ?
Com essa, já é a segunda "surra" que ele leva ... e olha que a primeira quase o matou !
Bem, é como acontece nesses casos ... o mocinho parece sempre ter "sete vidas".


Última edição por Myriam Castro em Sex Nov 14, 2008 6:37 pm, editado 1 vez(es)

_________________
"Não é assim que as pessoas que se amam fazem ?"(Dylan Hunt)

Myriam Castro

Número de Mensagens : 4767
Idade : 56
Location : Minas Gerais - Brasil
Data de inscrição : 22/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VI Temporada - Virtual

Mensagem  Myriam Castro em Seg Dez 10, 2007 9:05 pm

Uau !
Já comecei a ler o próximo, meninas, e devo dizer ... está "de cair o queixo".
Não vou adiantar para não estragar a surpresa ...


Última edição por Myriam Castro em Sex Nov 14, 2008 6:37 pm, editado 1 vez(es)

_________________
"Não é assim que as pessoas que se amam fazem ?"(Dylan Hunt)

Myriam Castro

Número de Mensagens : 4767
Idade : 56
Location : Minas Gerais - Brasil
Data de inscrição : 22/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VI Temporada - Virtual

Mensagem  mara em Ter Dez 11, 2007 8:50 am

Myriam, estamos saboreando devagarzinho...pra não acabar nunca! vale a pena!
obrigada, querida! Very Happy


No

mara

Número de Mensagens : 18928
Location : São Paulo, Brasil
Data de inscrição : 02/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VI Temporada - Virtual

Mensagem  Myriam Castro em Sab Dez 15, 2007 1:50 pm



Última edição por em Seg Dez 17, 2007 10:32 am, editado 5 vez(es)

_________________
"Não é assim que as pessoas que se amam fazem ?"(Dylan Hunt)

Myriam Castro

Número de Mensagens : 4767
Idade : 56
Location : Minas Gerais - Brasil
Data de inscrição : 22/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Uma pequena pausa ...

Mensagem  Myriam Castro em Sab Dez 15, 2007 2:10 pm

Ei, pessoal!

Vou fazer uma pausa de alguns dias, por motivo de viagem.
Mas continuarei a ler os episódios, e estarei firme e forte na segunda quinzena de Janeiro.
Eu coloquei o próximo episódio virtual , o de número 5 da VI Temporada, como um novo tópico.
Divirtam-se!!



Até lá !

_________________
"Não é assim que as pessoas que se amam fazem ?"(Dylan Hunt)

Myriam Castro

Número de Mensagens : 4767
Idade : 56
Location : Minas Gerais - Brasil
Data de inscrição : 22/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: VI Temporada - Virtual

Mensagem  Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 5:08 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum