HERCULES, A SAGA: III-18 - Reign of Terror

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

HERCULES, A SAGA: III-18 - Reign of Terror

Mensagem  Myriam Castro em Sex Jul 30, 2010 1:20 pm




ENGLISH VERSION:
Reign of Terror


When Salmoneus (Robert Trebor) becomes determined to land the Augean Stables manure concession, Hercules (Kevin Sorbo) agrees to introduce him to King Augeus' stable master Palamedes (Bruce Phillips). Upon arriving in Augeus' kingdom, they enter one of Aphrodite's temples where a group of unhappy laborers are making renovations. The temple is being rededicated to Hera by order of the king, who has gone completely mad and believes he is Zeus. Two of the workers, Stichius (Brett Stewart) and Silicles (Alex Moffat), are destroying a life-size statue of Aphrodite (Alexandra Tydings) as the angry goddess secretly looks on. Hercules and Salmoneus learn just how insane the king has become when they arrive at the Augean Stables to find Palamedes lying on the ground moaning. He explains that he was pelted with silver-painted rocks by Augeus, who believes that he is Zeus and his rocks are lightning bolts. Palamedes further reports that Augeus has let all the livestock out of the stables. Hercules sets off to round up the animals just as Palamedes' beautiful young daughter Melanippe (Rainer Grant) arrives and rushes to her father's side.
Back at the temple, tough General Machus (Laurie Dee), in charge of supervising the renovations for the king, tells an angry Augeus that the workers have left in protest over the loss of the herds. As the King rants and raves, Aphrodite appears and announces she's come to reclaim her temple. Still believing he's Zeus, the delusional Augeus greets her as his daughter and side-steps a confrontation by leaving quickly. A short while later, he and Machus come upon Hercules rushing to the aid of an old man about to be killed by the king's soldiers. Hercules humors Augeus by greeting him as if he really were his son, and maneuvers the king into rescinding his orders to kill all the workers who abandoned the temple. But when Hercules and Machus slip up by addressing him as Augeus rather than Zeus, the king commands his soldiers to attack them and a vicious battle ensues. Augeus is ultimately thrown head-first into a pile of horse manure and stalks off, angry and humiliated.
At the temple that night, the king is greeted by Hera who knocks him to his knees with a blast of wind. Suddenly Augeus is illumined by a flash of light and looks ten years younger. Dressed in flowing white robes and a jeweled crown, he raises his hand which holds a golden orb of pulsating energy. Hurling the orb into a wall of mirrors on Hera's command, Augeus gets his first taste of superhuman power. As lightning crackles, the orb shatters the mirrors and blows a large hole in the wall. Hera then tells Augeus that he can keep this godly power only if he can kill Hercules by sunset.
Hercules returns to the stables after rounding up the missing livestock and promises to talk to Augeus on behalf of the frightened townspeople. Aphrodite inadvertently learns that the people are disillusioned with her for having failed to protect them against Augeus' madness. When she talks with Palamedes directly about it, she gains new respect for the stable master, who tells her she should worry less about her temples and more about the people who worship in them. Meanwhile, both Hercules and General Machus are looking for the king. Machus is stunned when Augeus shows up and flings his glowing orb through a stone wall. The crazy king then sneaks up on Hercules and sends him flying through a wall, shouting that he intends to kill him in order to keep his godly powers. A furious battle follows, during which the stable roof collapses on Hercules and Palamedes. Hercules survives but Palamedes dies.
When Aphrodite reappears, she responds to Melanippe's pleas to restore her father's life by surrounding Palamedes' body with a golden aura, which will keep his spirit from departing for the Other Side until nightfall. Back at the temple, she coyly plays up to the king and convinces him to call off his troops before they march on the town. Hera, however, quickly intervenes. Egged on by the evil goddess, the king hurls lightning from his hand and imprisons Aphrodite in a glowing cage. Meanwhile, Hercules devises a plan to revive Palamedes and stop Augeus before he destroys the whole kingdom. He hides Palamedes' body in a huge cart which he, Salmoneus and Melanippe push into the temple and lower onto a large marble slab. When Augeus finally confronts them in the temple, Hercules makes ingenious use of a shield-sized square of copper, which he pulls from the cart, to deflect the deadly orb of lightning hurled at him by the king. The orb is directed towards Palamedes, who convulses back to life. When Augeus fires another orb, Hercules and Aphrodite, who has managed to escape her electrified cage with the unwitting assistance of Machus, deflect it back towards Augeus, who is instantly zapped by the bolt. When the dazed king recovers, he appears momentarily to be back in his right mind but to everyone's dismay, he soon announces he's Ulysses.
Starring: Kevin Sorbo (Hercules)
Guest Starring: Alexandra Tydings (Aphrodite), Rainer Grant (Melanippe), Robert Trebor (Salmoneus), Grant Bridger (Augeus), Bruce Phillips (Palamedes), Laurie Dee (Machus), Brett Stewart (Stichius), Alex Moffat (Silicles), Les Dwight (Soldier #1), Justin Fashanu (Soldier #2), Albert Belz (Minteus)

Written by John Kirk
Directed by Rodney Charters


http://www.whoosh.org/epguide/herk/h318_55_reign.html



CAPS/ CAPTURAS:
http://miroirdarc.com/hercules/s3/reign/

http://s933.photobucket.com/albums/ad177/galeria_saga_Hercules/?action=view&current=ReinodoTerror.jpg


III – 18 - REIGN OF TERROR
REINADO DE TERROR

História original de John Kirk


Quando Salmoneus se mostrou determinado a assumir uma concessão sobre o esterco produzido nos estábulos do Rei Augeus, Hercules resolveu apresentá-lo ao encarregado dos estábulos, um tal Palamedes. Quase chegando ao reino de Augeus, eles entraram em um dos templos de Afrodite, onde um grupo de infelizes trabalhadores executavam uma restauração. O templo ia ser dedicado dessa vez a Hera, por ordem do próprio rei, que tinha se tornado completamente louco e acreditava que era Zeus (!)
Dois dos trabalhadores, Stichius e Silictes, estavam destruindo a grande estátua de Afrodite, enquanto a deusa, irada, observava secretamente. Hercules e Salmoneus souberam, assim que chegaram aos estábulos à procura de Palamedes, quão insano se tornara o rei, e encontraram o mestre deitado ao chão, lamentando. Ele explicou que estava desgostoso com a pintura prateada que Augeus mandara aplicar sobre as pedras, acreditando que era Zeus e que as pedras eram raios.
Palamedes relatou também que Augeus tinha deixado todos os animais fora do estábulo, sem abrigo. Hercules então saiu para reunir os animais, justamente quando a bela filha de Palamedes, Melanippe, chegou correndo e foi para perto do pai.
Enquanto isso, no templo, o grande general Machus, encarregado de supervisionar a reforma, dizia a um aborrecido Augeus que os trabalhadores tinham ido embora, em protesto pela perda de seus rebanhos. Enquanto o rei, tomado de cólera, reclamava, Afrodite apareceu e anunciou que ia reclamar seu templo de volta. Ainda acreditando que era Zeus, o delirante Augeus a cumprimentou como sua “filha” e afastou-se rapidamente de um confronto direto.
Pouco depois, ele e Machus viram Hercules chegar correndo, em socorro de um velho homem prestes a ser morto pelos soldados do rei. Hercules acalmou Augeus, cumprimentando-o como se fosse realmente seu filho, e convenceu o rei a revogar suas ordens de matar todos os trabalhadores que haviam abandonado o templo. Mas quando Hercules e Machus tentaram se dirigir a ele como Augeus e não Zeus, o rei ordenou aos seus soldados que os matassem, e instalou-se uma violenta batalha. Augeus foi apanhado em meio à refrega e atirado de cabeça contra uma pilha de esterco de cavalo, caindo estatelado, irado e humilhado.
Naquela noite, no templo, o rei foi cumprimentado por Hera, que o fez colocar-se de joelhos com uma rajada de vento. Subitamente, Augeus foi iluminado por um brilho de luz, e pareceu dez anos mais jovem. Vestido de um manto branco e uma coroa de ouro e pedras preciosas, ele ergueu sua mão, que segurava um globo dourado que pulsava de pura energia sobrenatural. A um comando de Hera, Augeus apontou o globo para um espelho, e uma espécie de explosão pulverizou o espelho, abrindo um grande buraco na parede. Hera disse a Augeus que ele manteria seu poder divino apenas se pudesse matar Hercules até o por-do-sol.
Hercules retornava aos estábulos depois de conseguir arrebanhar os animais perdidos, e prometeu conversar com Augeus em favor do povo amedrontado da cidade. Afrodite inadvertidamente ficou sabendo que as pessoas estavam desiludidas com ela por ter falhado em protegê-las contra a loucura de Augeus. Quando ela conversou com Palamedes diretamente sobre isso, conseguiu ganhar novamente o respeito do mestre do estábulo, que disse a ela que ela deveria se preocupar menos com seus templos e mais com as pessoas que trabalhavam neles.
Enquanto isso, Hercules e o General Machus procuravam pelo rei, e ficaram estarrecidos quando Augeus apareceu diante deles e arremessou seu globo cintilante sobre uma parede de pedra. O rei louco, então, investiu contra Hercules e o mandou voando contra a parede, gritando que pretendia matá-lo para manter seus poderes divinos. Seguiu-se uma furiosa batalha, durante a qual o telhado do estábulo desabou sobre Hercules e Palamedes. Hercules sobreviveu, mas Palamedes acabou perecendo.
Quando Afrodite apareceu, ela respondeu aos apelos de Melanippe para restaurar a vida de seu pai, envolvendo o corpo do velho com uma aura dourada que impediria que seu espírito partisse para o Outro Lado até o cair da noite.
De volta ao templo, ela foi ter com o rei e o convenceu a recolher suas tropas antes que marchassem sobre a cidade. Hera, contudo, rapidamente interveio, e, atiçado pela malévola deusa, o rei lançou raios de sua mão e aprisionou Afrodite numa gaiola cintilante.
Enquanto isso, Hercules bolava um plano para reviver Palamedes e deter Augeus, antes que ele destruísse todo o reino. Ele escondeu o corpo de Palamedes num grande baú, que ele, Salmoneus e Melanpippe trouxeram para dentro do templo e arrastaram para debaixo de uma larga laje de mármore.
Quando Augeus finalmente os enfrentou no templo, Hercules usou com habilidade e destreza um quadrado de cobre, à guisa de escudo, que tirou do baú, para desviar os raios mortíferos do globo que o rei lançava sobre ele. O globo foi apontado na direção de Palamedes, que estremeceu e voltou à vida. Augeus lançou outra descarga, Hercules e Afrodite – que tinha conseguido escapar da gaiola – desviaram os raios de volta para o rei, que foi derrubado. Quando, instantes mais tarde, um Augeus meio zonzo recobrou os sentidos, pareceu momentaneamente ter retornado ao seu juízo perfeito, mas, para surpresa de todos, ele logo anunciou que era ... Ulisses!

_________________
"Não é assim que as pessoas que se amam fazem ?"(Dylan Hunt)

Myriam Castro

Número de Mensagens : 4767
Idade : 56
Location : Minas Gerais - Brasil
Data de inscrição : 22/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERCULES, A SAGA: III-18 - Reign of Terror

Mensagem  Myriam Castro em Sex Jul 30, 2010 1:52 pm

Puxa ... esse episódio é também meio maluco.
E novamente vemos Hera, a rainha dos deuses e cruel madrasta de Hércules, aprontando das suas. E, como sempre, era o pobre povo que sofria.
Bem ... houve um tempo em que se dizia que, para curar amnésia (causada por uma pancada na cabeça) bastava dar ao "paciente" outra pancada. E para soluços, o remédio era um bom susto.
Só que, no caso de Augeus, o "tratamento de choque" - literalmente - só serviu para mudar sua "personalidade" ...


_________________
"Não é assim que as pessoas que se amam fazem ?"(Dylan Hunt)

Myriam Castro

Número de Mensagens : 4767
Idade : 56
Location : Minas Gerais - Brasil
Data de inscrição : 22/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERCULES, A SAGA: III-18 - Reign of Terror

Mensagem  Myriam Castro em Sex Jul 30, 2010 1:53 pm

Uau! ... Mara, que linda colagem!!

_________________
"Não é assim que as pessoas que se amam fazem ?"(Dylan Hunt)

Myriam Castro

Número de Mensagens : 4767
Idade : 56
Location : Minas Gerais - Brasil
Data de inscrição : 22/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERCULES, A SAGA: III-18 - Reign of Terror

Mensagem  mara em Sex Jul 30, 2010 8:05 pm

Obrigada, querida!
E que delícia de "rever", graças a você, querida! Esse episódio é muito divertido, não? Afrodite sentada no colo de "seu pai"... comportando-se como uma filha mimada!
Esse rei bem que assusta, não?
Pura delícia, Myriam!
https://www.youtube.com/watch?v=dY2brkGSMJQ

https://www.youtube.com/watch?v=VMbJgmAdwQA&index=106&list=UUd4PheBQpftnXiir64GtI3Q

https://www.youtube.com/watch?v=T3iO_JPDYw0&list=UUd4PheBQpftnXiir64GtI3Q&index=107

_________________
No one should never give up, ever! Do what makes you happy, what you are passionate about!

mara

Número de Mensagens : 18928
Location : São Paulo, Brasil
Data de inscrição : 02/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: HERCULES, A SAGA: III-18 - Reign of Terror

Mensagem  Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 11:22 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum