A SAGA - III-11 - Delenda Est

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A SAGA - III-11 - Delenda Est

Mensagem  Myriam Castro em Qua Ago 26, 2009 8:15 pm




Mais capturas deliciosas começando aqui:
http://s392.photobucket.com/albums/pp5/galeria_andromeda_saga/?action=view&current=311_cap000.jpg



III-11 - DELENDA EST

História original de R. Engels

“O que te prende a uma parede, mas viaja por todo o mundo?”

Enigma indecifrável de Ski, Patriarca de Jill
CY 1111


Dylan, sozinho na Ponte, estava passando por um check-up, e quem o executava era a própria Andrômeda, que escaneava o seu organismo através do implante neural que ele tinha no pescoço, sob a pele. Ela lhe relatava o que ia executando, e concluiu que ele estava em excelente forma.
De repente, ele viu na tela uma imagem que muito marcou sua vida: a despedida de Sarah ... ele arregalou os olhos, como que petrificado, os músculos tensos, o coração batendo mais forte, enquanto a imagem piscava e as palavras ditas por ela se repetiam por vezes seguidas, como um programa com defeito. Ele levou vários segundos para conseguir falar, e perguntou a Andrômeda o que estava acontecendo, mas a IA não sabia.
Em outra parte da nave, Rommie e Harper viram um gato, e a avatar comentou como era estranho, que um animal extinto há milênios pudesse estar bem ali, à sua frente. Eles seguiram o bichano até um depósito de peças de reposição, mas o animalzinho desaparecera, e eles ficaram intrigados. De repente, surgiu um estranho redemoinho, que começou a sugar Harper, mas Rommie segurou-lhe a mão e o salvou.
Dylan entrou em seus aposentos, e continuou a ver Sarah pela telinha do intercom. Voltou a perguntar a Andrômeda o que estava acontecendo, mas a nave não lhe respondeu. Ele então a chamou. Nada. A nave parecia estar “muda”.
Beka entrou correndo, de pistola em punho, querendo saber se estava tudo bem, pois ouvira a voz de Dylan pedindo socorro. Dylan chamou Andrômeda novamente, e desta vez ela respondeu, e informou que estavam ocorrendo estranhos eventos por toda a nave, que Harper estava em perigo e ela ia ajudá-lo.
Eles foram para a Ponte, onde Trance estava imóvel, de frente para a tela, os olhos fixos nas imagens de explosões estelares que pareciam perturbá-la. Ela gritou, e a tela volta ao normal. Logo surgiu Tyr, parecendo quase em pânico, pois acabara de ver seu filhinho ...
Então de repente, Dylan deu falta de Rommie, e todos foram procurá-la, até que a IA a localizou, caminhando resoluta por um corredor, como no rastro de alguma coisa. Dylan ordenou que volte, mas a avatar, determinada a proteger a tripulação do que detectava como ameaça, não obedeceu. Ele correu para lá com Tyr.
Quando chegaram ao corredor, viram Rommie ser arrastada por uma espécie de redemoinho, do qual surgiram duas daquelas estranhas criaturas vestidas de armadura negra, meio diáfanas. Dylan saltou em socorro da andróide, mas os guerreiros a agarraram e desapareceram com ela no redemoinho.
Ele chamou Tyr para ir com ele ao hangar, onde embarcaram cada um num Slipfighter e saíram da nave, seguindo o sinal da avatar. Eles chegaram a um pequeno planeta rochoso, cheio de cavernas. Enquanto, lá em cima, Andrômeda estava às voltas com outro portal dimensional do qual saíam aquelas estranhas naves invisíveis, Dylan e Tyr encontraram uma espécie de reator central, onde viram Rommie conectada a vários cabos. Dylan então descobriu que o inimigo desconhecido estava na verdade roubando energia da avatar – e consequentemente da própria nave – para manter o portal dimensional de onde saía sua frota aberto. Rommie parecia bem, e eles a soltam.
Guerreiros inimigos surgiram, e eles começaram a lutar, derrubando vários antes de conseguir instalar algumas cargas explosivas por todo o complexo e sair dali.
Quando estavam já a uma distância segura, Dylan ordenou a Andrômeda que detonasse o planeta, destruindo o reator e fazendo com que o túnel dimensional se fechasse.
Bem a tempo de impedir que Andrômeda fosse sugada para dentro do mesmo!
Quando já estavam deixando o quadrante, um daqueles estranhos guerreiros surgiu de repente na Ponte da Andrômeda, mas não estava com atitude hostil ... ao contrário, curvou-se diante de Dylan, que ele pareceu reconhecer como o líder, e lhe entregou uma espécie de punhal. Em seguida, desapareceu.
Olhando para seus companheiros, Dylan comentou que tudo aquilo parecia ter sido uma espécie de teste ... e que eles haviam conseguido passar.
E teve também a impressão de que, embora jamais soubessem quem eram aqueles seres, nunca mais tornariam a vê-los novamente.

_________________
"Não é assim que as pessoas que se amam fazem ?"(Dylan Hunt)

Myriam Castro

Número de Mensagens : 4767
Idade : 56
Location : Minas Gerais - Brasil
Data de inscrição : 22/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A SAGA - III-11 - Delenda Est

Mensagem  Myriam Castro em Qua Ago 26, 2009 8:23 pm

Outro episódio intrigante, que deixou em aberto, mais uma vez, a natureza daqueles estranhos seres ... mas se tem a impressão de que Trance, no fundo, sabia quem eram e de onde vinham, e não quis contar aos outros.
Viram só como Andromeda é uma nave poderosa? ... Os alienígenas conectaram Rommie a uma central de força, e era ela que estava fornecendo a energia que possibilitava não só a abertura do portal dimensional, mas também a entrada de uma frota incomensurável de naves inimigas!
Ironicamente, ela própria, a nave, estava sendo sugada para dentro do portal, e estaria para sempre perdida, se não tirassem Rommie - a avatar - daquele terminal.

_________________
"Não é assim que as pessoas que se amam fazem ?"(Dylan Hunt)

Myriam Castro

Número de Mensagens : 4767
Idade : 56
Location : Minas Gerais - Brasil
Data de inscrição : 22/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A SAGA - III-11 - Delenda Est

Mensagem  mara em Qua Ago 26, 2009 10:05 pm

Também acho, Myriam... um teste, para que Dylan se preparasse para o que vinha. Andromeda era anave mais poderosa dos Mundos conhecidos, não?
O episódio é também levado com leveza, dá pra ver nas brincadeiras entre Dylan e Tyr.
Muito interessante quando o ser entrega a adaga a Dylan, não?
Mais um, Myriam! :good: :#82:

_________________
No one should never give up, ever! Do what makes you happy, what you are passionate about!

mara

Número de Mensagens : 18928
Location : São Paulo, Brasil
Data de inscrição : 02/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A SAGA - III-11 - Delenda Est

Mensagem  Convidad em Qua Set 02, 2009 12:31 pm

Obrigada, meninas! Este aqui eu tinha lido mas não pude colocar o comentário! Achei muito legal o final do episódio! Lindas capturas!

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A SAGA - III-11 - Delenda Est

Mensagem  Myriam Castro em Qua Set 02, 2009 3:47 pm

É ... as capturas ... uau!!

_________________
"Não é assim que as pessoas que se amam fazem ?"(Dylan Hunt)

Myriam Castro

Número de Mensagens : 4767
Idade : 56
Location : Minas Gerais - Brasil
Data de inscrição : 22/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A SAGA - III-11 - Delenda Est

Mensagem  Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 5:11 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum