ANDROMEDA, A SAGA: V-19 - One More Day's Light

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

ANDROMEDA, A SAGA: V-19 - One More Day's Light

Mensagem  Myriam Castro em Sex Jul 02, 2010 8:15 am



ENGLISH BRIEF VERSION:
Original Air Date—22 April 2005
Dylan deals with the residents of Seefra One who are unhappy with the number of refugees arriving on their planet. While Beka evacuates Seefra Five she detects a ship full of Nietzscheans headed towards the dying planet; however there have never been any Nietzscheans in the Seefra system with the exception of Rhade. Harper and Rhade find the refugees they were supposed to pick up from Seefra Five killed by their former general.



CAPS/ CAPTURAS começam com esta:
http://s1000.photobucket.com/albums/af125/galeria-saga-andromeda2/?action=view¤t=519_cap000.jpg




V – 19 - ONE MORE DAY’S LIGHT
A LUZ DE MAIS UM DIA


História original de Al Septien & Turi Meyer



Enquanto o sol Vedran devorava cada planeta, um a um, os residentes do agora populoso Seefra 1 encontravam-se desorganizados e uma delegação foi enviada à Andromeda. E enquanto Dylan caminhava para a sala de Conferências, a voz de Beka estalava no comunicador. Ela reportava que uma nave Nietzschean se aproximava de Seefra 5, que estava em perigo de ser pulverizado pelo campo magnético instável do planeta. A tal nave não respondeu às suas saudações, e assim ela se colocou na rota para interceptá-los.
Rhade e Harper já estavam na superfície do planeta. As únicas pessoas remanescentes eram uma seita religiosa extremista, que pretendia permanecer no planeta. Os princípios de sua doutrina eram radicalmente contra quaisquer formas de tecnologia, que alegavam ser a causa de todas as desgraças que se abatiam sobre Seefra.
Mas a seita estava começando a se fragmentar, ao se ver frente a essa nova catástrofe. A própria irmã do líder contactou a tripulação da Andromeda, implorando por ajuda para o seu povo, que era levado a acreditar que o perigo era uma farsa bem elaborada. Rhade e Harper finalmente conseguiram rastrear uns poucos refugiados, mas eles se encontravam reclusos numa caverna. Enquanto investigavam, as explosões sucessivas sacudiam a caverna, e as transmissões falhavam até que foram completamente cortadas.
Dylan estava na ponte com Rommie e Doyle, procurando uma maneira de alcançar o líder da seita, um tal General Burma. Ele tem levado toda a sua vida sendo contra a Tecnologia, desde que seu pai morrera ao utilizar um dispositivo de tesseract que ele próprio inventara.
A maioria acreditava em sua teoria da farsa, e que Rhade e Harper não passavam de mentirosos.
Os dois estavam empenhados na tarefa de consertar a máquina de tesseract danificada e levar bom senso a Burma, se possível. Harper ficou para executar sua “mágica”, enquanto Rhade foi tentar negociar. Ele encontrou os membros da seita congregados, assistindo a uma preleção de Burma. O general estava justamente punindo sua irmã por “traição”. Ele voltou a afirmar que aqueles que usam a Tecnologia desejam apenas escravizá-los, e, para lembrá-la que essa Tecnologia traz apenas dor, ele injetou-lhe algo que instantaneamente a fez gritar e cair de joelhos. Rhade não podia suportar ver isso, e saiu do seu lugar para interferir, mas foi agarrado pelos discípulos de Burma. Os apelos de Rhade pela segurança daquele povo não surtiram efeito, e ele foi levado e trancado numa jaula.
Entrementes, Beka havia conseguido alcançar a nave Nietzschean e a abordara, sendo recebida por três tripulantes, aliás bastante atraentes, e resolveu lançar mão de seu status de Matriarca para convencê-los a se afastar de Seefra. Impressionados, eles a levaram para uma sala de recreação e a cercaram de toda sorte de mimos, desde massagens até guloseimas de frutas exóticas. É claro que ela gostou, e muito ... só que havia segundas intenções neles, e uma droga nas frutas. O líder então lhe disse que ia “tomar emprestado” sua nave para ir até a superfície. E trancou-a ali.
A bela Ashael, irmã de Burma, foi ver Rhade, e disse aos guardas que trouxera ervas para aplicar nos ferimentos. Ela explicou ao Nietzschean que havia sido torturada com uma infusão de nanorrobôs especializados em aparar excessos de metal de Slipfighters. Segundo ela, Burma os usava para demonstrar como a tecnologia era diabólica. Rhade estava chocado com a arrogância do general, e afirmou que ela estava certa em pedir ajuda, mas ela pareceu ficar agitada e o deixou.
Durante todo esse tempo, Trance estivera como que alienada, sem tomar conhecimento do que andava acontecendo, parecendo completamente ignorante da devastação que seu sol produzia. Dylan estava muito desconfiado, e suspeitava que ela não era a mesma Trance que eles conheciam. Ele nada conseguiria confrontando-a, mas o comportamento dela perturbava os sentidos dele, e ele a observava de perto atentamente.
Rhade se acomodara como podia em sua jaula, enquanto grandes tremores sacudiam todo o planeta. E Ashael voltou, dizendo que precisava verificar os ferimentos do prisioneiro, e dispensou os guardas. Ela disse a Rhade que Burma pretendia usá-lo como objeto de barganha. E sub-repticiamente, passou para ele um pequeno embrulho de pano, contendo uma seringa carregada com a tal infusão de nanorrobôs. Então, sem mais uma palavra, deixou o local. Rhde injetou o conteúdo da seringa na fechadura da porta, e chamou o guarda. Quando esse se aproximou, o Nietzschean o achatou contra as grades, deixando-o fora de combate. Ele escapou para a caverna, e não chegou a ver uma encapuzada Trance deslizando para as sombras.
A figura encapuzada foi até Burma e lhe contou o que acontecera, mencionando a traição de sua irmã antes de desaparecer e retornar à Andromeda.
Rommie encontrou-a num dos corredores e lhe ofereceu ajuda, mas ela recusou. E quando a avatar, mesmo assim, aproximou-se dela e a tocou no braço, foi subitamente atingida por uma descarga de energia e lançada longe. Trance lhe pediu desculpas, e Rommie, caída, não reagiu. Dylan surgiu e a examinou, vendo uma queimadura em sua perna, e ela disse o que acontecera. Ele foi até um monitor, e tentou contato com Beka, mas sua primeira-Oficial simplesmente interrompeu a comunicação, dizendo que estava ainda “muito ocupada”. Dylan, então, partiu ele mesmo para reunir sua tripulação dispersa a tirá-la do perigo.
Doyle foi despachada em um Slipfighter para expulsar os Nietzscheans da Maru e resgatar Beka. Ela fingiu estar à deriva no espaço, e os piratas caíram na armadilha, dispostos a apanhar seu “prêmio”. Eles a recolheram, mas ela investiu contra eles e os deixou todos fora de combate facilmente. E de posse da Maru, resgatou Beka.
Ashael corria pela caverna, para encontrar-se com Rhade na câmara de tesseract Vedran, mas foi surpreendida pelo seu irmão. Ela apelou para que ele considerasse, mas ele estava teimosamente firme em sua decisão. Ele investiu contra ela, agarrou-a, e a torturou com outra dose de nanorrobôs. Ela caiu, já agonizando, e quando Rhade a encontrou, não havia mais nada a ser feito por ela. Ela acabou morrendo nos braços do Nietzschean.
Rhade levantou-se, pesaroso, e de repente se viu cercado pelos partidários de Burma, que apontaram suas armas para ele ... porém, um tremor particularmente forte deu a Rhade a chance que esperava. Ele conseguiu desarmar um deles, mas os outros o dominaram. Antes que pudessem cumprir com ele a mesma sentença dada à pobre Ashael, Dylan apareceu e os pôs todos inconscientes com descargas atordoantes das lanças de força. Os dois amigos, então, foram procurar Burma.
Enquanto isso, Harper já estava ficando impaciente com aquela máquina de tesseract que não funcionava, quando ouviu passos se aproximando. Burma surgiu de um dos corredores e o agarrou, perguntando se a máquina estava funcionando. Como Harper dissesse que não, o general, furioso, preparou-se para matá-lo, quando Dylan e Rhade apareceram.
Formou-se então um impasse ... mesmo com as lanças de força de Dylan e Rhade apontadas para ele, Burma não soltava Harper, e foi se aproximando da máquina. De repente, saltou com o engenheiro para o campo de tesseract, e mal eles desapareceram, o dispositivo explodiu, anulando quaisquer tentativas de perseguição.
De volta a bordo da Andromeda, a tripulação se preparava para uma luta. Enquanto eles se armavam, Rommie relatou que descobrira Trance. Duas imagens de Trance apareceram lado a lado na tela, mostrando uma clara inconsistência. Trance não era Trance, mas uma astuta impostora. O incidente com Rommie no corredor fora gravado e analisado, e mostrou que a impostora fora incapaz de manter um disfarce quase perfeito quando fora surpreendida. Incapazes de confiná-la, eles pretendiam fingir fazer um acordo com ela.
Dylan eventualmente encontrou Trance na Ponte, onde perguntou a ela quem ela realmente era. Ela responde apenas: “Trance Gemini” e se afastou, enquanto Seefra 5 era destruído.


Última edição por Myriam Castro em Qua Dez 15, 2010 7:06 pm, editado 1 vez(es)

_________________
"Não é assim que as pessoas que se amam fazem ?"(Dylan Hunt)

Myriam Castro

Número de Mensagens : 4767
Idade : 56
Location : Minas Gerais - Brasil
Data de inscrição : 22/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANDROMEDA, A SAGA: V-19 - One More Day's Light

Mensagem  Myriam Castro em Sex Jul 02, 2010 8:25 am

Bem ...
E lá vão Dylan e sua equipe lidar com outro caso de intolerância social. Como se já não bastasse a grande tarefa de resgate da população de Seefra e ajuste da linha do tempo que ainda estavam por cumprir.
E mais uma vez, vemos a ação malévola do Abismo, na forma de um membro do povo de Trance, tentar atrapalhar os planos. Dylan, na condição de Paradine, parecia "sentir" o perigo, embora não conseguisse
encontrar uma maneira de neutralizá-la.
É agora que começam a se definir os momentos finais dessa saga incrível ... o Universo estava, finalmente, prestes a se reorganizar.

_________________
"Não é assim que as pessoas que se amam fazem ?"(Dylan Hunt)

Myriam Castro

Número de Mensagens : 4767
Idade : 56
Location : Minas Gerais - Brasil
Data de inscrição : 22/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANDROMEDA, A SAGA: V-19 - One More Day's Light

Mensagem  mara em Sex Jul 02, 2010 10:40 am

Aquele maluco que raptou Harper era realmente um cara irritante... muito engraçada a cena em que Dylan "pega" Beka toda entusiasmada com o "fã" a bordo de sua nave, tratando-a como uma rainha, com segundas intenções... (o ator é marido da atriz que faz o papel de Beka).
A coisa vai ficando cada vez pior!
Valeu Myriam, ufa!

_________________
No one should never give up, ever! Do what makes you happy, what you are passionate about!

mara

Número de Mensagens : 18928
Location : São Paulo, Brasil
Data de inscrição : 02/11/2007

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ANDROMEDA, A SAGA: V-19 - One More Day's Light

Mensagem  Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 8:55 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum